(Competitivo) Destaques Sul Americanos de Novembro

Discussão em 'Notícias' iniciada por raphaelms07, 3 Dezembro 2017.

By raphaelms07 on 3 Dezembro 2017 às 18:08
  1. raphaelms07

    raphaelms07 Colaborador

    Registado em:
    1 Maio 2017
    Posts:
    30
    Curtidas Recebidas:
    35
    Pontos de Troféu:
    18
    Pain Gaming:
    Campeonatos qualificados: 1 Minor - 1 Major

    Então, lembram da Midas Club Elite? Esse time logo se tornou Kingao+4 que em pouco tempo foi estipulado como a nova (nem tanto) line up da Pain. Na verdade, nas qualificatórias para Summit e Macau, eles realmente usaram essa tag, mas não era nada oficial naquele momento. As coisas só se tornaram oficiais nos últimos dias do mês de novembro, quando finalmente a Pain resolveu assumir o time um pouco antes da última qualificatória do mês, a qualificatória do Major Galaxy Battle da qual a Pain gaming foi qualificada. Competição essa que contará com a presença de 2 times Sul-americanos ano que vem.

    Com a lineup considerada a mais forte do Brasil, a Pain Gaming tem potencial para fazer muito lá fora com nomes que já causaram grandes impressões no cenário internacional, mas que passaram o primeiro ano do circuito desaparecidos. Tavo, HFN e GRD estão de volta, finalmente.

    SG E-sports:
    Campeonatos concluidos: 3 Minors(0pts) - 1 Major(0pts)

    Incapaz de se qualificar para qualquer campeonato no mês de novembro, SG e-sports ficou muito abaixo da expectativa perdendo para a Sacred na semifinal para o The Summit e para a Infamous na final para o MDL Macau. Acredita-se que a queda no desempenho se deve mais a perda da vantagem que a SG tinha por ter um time quase inalterado, fazendo ele o time mais entrosado no cenário durante os primeiros meses ou por causa do efeito negativo do boot camp visto em muitos outros times em outros esportes eletrônicos que treinam na Europa ou na Ásia e quando voltam para a região de origem aparentam jogar pior do que estavam jogando. Conjecturas e especulações a parte, SG E-sports não fez tão mal nas suas últimas Minors desse ano.

    Na Dota Pit, a SG perdeu seu primeiro jogo e foi para a chave inferior conseguindo derrotar a equipe americana Immortals em uma MD1, mas foi barrada pela Virtus Pro em uma outra MD1. Mesmo melhores de 1 sendo o ambiente perfeito para acontecer uma zebra no dota, a SG não conseguiu derrotar a melhor equipe da CIS.

    No perfect world, a equipe conseguiu empatar com a complexty e concluiu a incrível façanha de empatar com a LFY, que pode-se dizer que é o melhor time chinês do momento. Apesar disso, não foi capaz de se qualificar para a segunda fase do evento da China fazendo assim uma campanha ruim apesar do hype no empate sobre a LYF.

    E é sem pontos que a SG termina depois de conquistar quase metade das qualificatórias até agora. Vamos torcer por melhoras para o ano que vem. Principalmente no draft onde o time peca com frequência.

    Infamous:
    Campeonatos Qualificados: 1 Minor - 2 Majors
    Campeonatos Concluídos: 1 Minor (0pts)

    Lentamente a desmantelada Infamous volta a sua forma, ainda não se compara com a antiga Infamous, mas o time aos poucos tem conquistado bons resultados nas qualificatórias. O time conseguiu se classificar para o MDL Macau, na China, passando por cima da nova ascensão sul americana, Sacred.

    A Infamous não jogou nenhum campeonato do qual se classificou no mês de novembro.

    Sacred:
    Campeonatos Qualificados: 1 Minor

    Qualquer um que acompanhe o cenário sul americano sabe que a antiga White Dragons, que surgiu da mais antiga DC.SA, é um time que impõe medo e respeito. Com nomes de peso como Kingteka, Benjaz e o melhor suporte sul americano Matthew, a Sacred confirma sua presença no campeonato mais descontraído do Dota 2, o Summit.

    O equilíbrio de poder da região SA está se diluindo cada vez mais para essas 4 equipes. Pain, SG, Infamous e Sacred. O que antes era algo quase previsível ou no máximo se resumia a 2 times fortes, agora se tornou algo caótico e mais competitivo. A região se fortalece com dois times fortes brasileiros e dois times fortes peruanos, com velhos nomes em cada um deles, mas também com jogadores que podem dar o que falar num futuro próximo.

    Fontes: http://espn.uol.com.br/noticia/746740_pain-volta-as-raizes-e-anuncia-retorno-oficial-ao-dota-2 e http://wiki.teamliquid.net/dota2/Dota_Pro_Circuit/Stats
    justiceiro, Malvegil e RegretfulDog curtem isto.

Comentários

Discussão em 'Notícias' iniciada por raphaelms07, 3 Dezembro 2017.

Partilhar esta Página