Minha experiencia no dota 2 antes e depois do mmr

Discussão em 'Competitivo' iniciada por bielzor, 14 Dezembro 2017.

  1. bielzor

    bielzor Iniciante

    Registado em:
    2 Maio 2017
    Posts:
    10
    Curtidas Recebidas:
    4
    Pontos de Troféu:
    3
    Faço parte do competitivo de dota 2 desde 2012, me ausentei em 2015-16, voltei esse ano, tenho certa experiência no cenário. Sempre o acompanhei, já fiz parte de times tier1/2 no Brasil e já fui capitão de alguns deles, então isso não é algo que pensei da noite pro dia.

    Vou estar falando sobre matchmaking, roles, reconhecimento, IGL, medalhas e várias outras coisas.

    Então, vamos lá,

    Acompanhei várias partes do cenário matchmaking, desde o início, antes da entrada do mmr, não era tão profissional e nem competitivo, era mais 4fun, a galera que quisesse algo mais sério, teria que fazer um time e treinar em lobby, não existia muitos campeonatos, quase nenhum pra falar a verdade, e o brasil não era 1/3
    do que ele é hoje falando mundialmente, era um jogo sem futuro no BR (lembro que o gordo[grd] foi pra um time de lol tentar a sorte), então ser um jogador "profissional" na época tava muito mais longe do que é hoje, a galera que jogava, era porque realmente gostava e era conhecida mais pelo nome e seu talento do que pelo mmr/medalha que você tem. Depois da entrada do mmr, as coisas tomaram outro rumo, antes ninguém jogava "profissionalmente" em pub, era 4fun, zoeira, não era tão competitivo como é hoje, o mmr trouxe um pouco
    de máscara as pessoas, hoje em dia é impossível você dizer que um 5k realmente joga como 5k... O impacto dessa introdução do MMR foi grande:

    Ele ajudou os player cores nato, a terem o mmr maior e consequentemente, uma visibilidade e reconhecimento maior. A variável que essas funções carregam para levar a vitória são mínimas; se eu sou um hc/mid bom, geralmente eu vou carregar meu time, mesmo que meus suportes sejam meia boca. Agora de suporte4/5, mesmo que você seja muito bom, as variáveis para a vitória são muitos altas, você pode dar o melhor suporte pro seus cores, eles farmarem, irem bem em jogo, mas se ele não tem a noção de carregar um jogo, o que fazer, como tirar proveito dessa vantagem que os suportes deram, as chances de você perder o seu jogo é muito maior. Você pode sim ganhar o jogo, mas a chance de dar merda, é muito maior, consequentemente, a frequência
    com que você ganha o jogo é menor, ou seja, menos mmr você vai pegando. Além desse fato, entra também na análise, a função que você exerce no seu time, qual é a sua importância pro time pra alcançar a vitória tem as pessoas skilladas, que sabem mover os dedos rápidos (playmakers) e tem as pessoas que sabem do jogo "literalmente", tem o conhecimento além do seu skill e do próprio jogo, geralmente são os IGL's.
    Eu gosto de comparar o dota com o Xadrez, é o mesmo jogo para ambos, só que cada um tem que decidir a sua maneira de atingir a vitória, eu posso fazer um pick de 5 cores no meu time, mas se eu souber executar
    o que eu quero pra fazer com que 5 cores ganhem o jogo, eu vou conseguir. É aquela coisa de estar sempre um passo a frente da pessoa, necessário oara um bom IGL. Um exemplo que eu uso é:

    Missou os sups da lane do hc, mid ta avançado, ce já tem que ter a noção que você pode tomar um possível gank, então, ficar mais safe - HC com o básico de noção

    Missou os sups da lane do hc, mid ta avançado: OPA, o mid pode tomar gank, vou prestar atenção pra um possível tp mid pra ajudar ou já ir rotacionando pra la - Noção básica de um bom suporte

    Missou os sups da lane do hc, mid ta avançado: É um possível gank no mid, vou usar essa vantagem que eles acham que tem, a meu favor. Avisa pro mid recuar, tela os 2 sups na lane do hc e gankam o hc! É estar sempre
    a um passo a frente do seu adversário - Ter essa visão de jogo, é muito difícil e assumir as responsabilidades por essas calls, maior ainda... ninguém que fazer seu time perder. IGL FEELINGS

    E ter essa função no jogo, é foooda e é uma função pouco reconhecida mas que é a mais importante do jogo, creio eu. Se você tem 5 players bons sem ninguém pra coordena-los, você tem 5 ronaldinhos cego hehe
    Lembro o flame que o c4t tomava, ninguém parava pra entender o cara, a função que ele tinha pro time alcançar a vitória... Eu tive a experiência de jogar com o bardo da SG, você percebe que ele tem na cabeça exatamente o que deve fazer pro time ganhar, independente das situações do jogo. Isso sem contar que é você trabalhando com 4 jogadores, e suas personalidades únicas em prol de um bem maior que é a vitória e aceitar as consequências que aquela função de gera, tanto "in game", como "out game".

    Eu era um capitão bastante stressado, se eu cantava a pedra que ia acontecer uma coisa e ela acontecia(falar pro offlane ficar safe e ele morrer tomando gank), eu dava muito rage, ou quando nego não escutava call, o rage era maior. Eu não tinha noção do tanto que isso desestrutura seu time, apontar os erros na hora, gritar com uma pessoa etc... É uma das coisas mais difíceis de controlar e ta entranhado na comunidade. É muito difícil convencer 4 pessoas diferentes que vocês são um TIME (grupo de pessoas empenhadas numa mesma atividade conjunta). Jogar como um TIME, entender o que é ser um TIME. Não essa de "você ta jogando mal? Kick" "Você só morreu o jogo inteiro, perdemos por sua culpa" "tomei 2 gank seguido GG"



    Então, tem mais coisa, só que eu lembrava só dessas FailFishFailFish se você leu isso tudo, deixe sua opinião ae, podemos ter um debate massa e uma troca de conhecimento.
    AOS HATERS VÃO SE FUDER :):)
    _HotPants_ e -oliruM- curtem isto.
  2. -oliruM-

    -oliruM- Moderador

    Registado em:
    11 Dezembro 2014
    Posts:
    683
    Curtidas Recebidas:
    721
    Pontos de Troféu:
    93
    Steam ID:
    destroyer_murilo
    Trabalhar com o ser humano em qualquer ambiente é muito complicado, no DOTA tem muito ego envolvido.
    Eu sempre defendi a ideia de separar um mmr para suporte mmr de carry, é muito lógico pra qualquer um que entende do jogo, que subir mmr jogando de core é mais fácil e rápido do que de suporte, isso é fato, só não vê quem não quer.
    Entendo pouco do competitivo e estou tristemente vendo o dotinha morrendo. Dota hoje é como uma pessoa doente que começou a demonstrar os sintomas e já não é mais o mesmo, ou alguma coisa vai acontecer e gerar uma "cura" milagrosa, ou os sintomas vão se agravar e o jogo vai a óbito.
    Nos doteiros somos apaixonados pelo jogo, mas envelhecemos, temos família, esposa e responsabilidades. Após tudo isso, tirar 1 ou 2 h por dia para jogar e SOMENTE PASSAR RAIVA vai matar o jogo com o tempo.
    _HotPants_ curte isto.
  3. bielzor

    bielzor Iniciante

    Registado em:
    2 Maio 2017
    Posts:
    10
    Curtidas Recebidas:
    4
    Pontos de Troféu:
    3
    A valve tirou o 4fun do jogo, os players tóxico aumentou, na verdade, quando a internet se popularizou, tudo ficou pior
    _HotPants_ curte isto.
  4. justiceiro

    justiceiro Ex-moderador, não respondo pelo fórum

    Registado em:
    8 Maio 2012
    Posts:
    2,225
    Curtidas Recebidas:
    1,209
    Pontos de Troféu:
    113
    Steam ID:
    justiceiro
    Lembrando que nossas regras proibem ALL CAPS, o titulo foi ajustado para caber.

    Não sei se o match making funcionaria nesse estilo, mas gostaria de poder ao menos selecionar no perfil meu desempenho de carry, de supp, de mid, etc...

    Eu ainda defendo que ingame é tipo, impossível você explicar pros outros o que você quer que ele faça. Só você conhecendo ele, e ele te conhecendo, a comunicação pode funcionar através de pequenos avisos e sinais. Entretanto, o comportamento dos players numa mesma skill bracket é geralmente bem parecido, então você sendo inteligente pode tirar proveito disso. Em algumas brackets ninguem desliga auto attack, não desviam de stuns com cast animation, não sabem o que é purge, e não consegue balancear uma lane. Eu sempre assumo que, se tem imbecis no meu time, no outro também terá. Com times, os problemas são um pouco mais profundos. eu queria que tivesse um formula simples e direta pro sucesso, nesses casos, mas eu ainda não encontrei.
  5. bielzor

    bielzor Iniciante

    Registado em:
    2 Maio 2017
    Posts:
    10
    Curtidas Recebidas:
    4
    Pontos de Troféu:
    3
    eu defendo que o primeiro passo pra essa fórmula, seria o total entendimento dos 5 players do que é ser um time, todos se ajudarem. Se você tem 5 players com skill e noções boas, falta só encaixar e essa é a parte difícil. São muitos fatores que você tem que enfrentar pra o sucesso disso
    _HotPants_ curte isto.
  6. _HotPants_

    _HotPants_ Iniciante

    Registado em:
    2 Setembro 2016
    Posts:
    29
    Curtidas Recebidas:
    4
    Pontos de Troféu:
    3
    Steam ID:
    25899326
    rapaz, tem muita coisa envolvida, se vc é um casual player, é bom saber dessas coisas mas tem que desapegar da vitória, jogar seu jogo, se divertir, se possível fazer amizades, se não, muta all e joga de boas, afinal é apenas um jogo que não vale nada, só a experiência em si.
    Se for jogas rankeds (focando MMR), tem q tentar a comunicação sempre, e sim, jogar para vencer, mas sabendo que vai existir toxidade e que vai atrapalhar seu jogo, e tentar não se estressar com isso, é difícil claro, mas é melhor sempre focar no que vc faz de errado e melhorar, do que se preocupar com aquele jaja teimoso, se concentrar no rat doto é mais recompensador que ficar apontando o defeito daquele seu off fedando o HC inimigo.
    Ja no profissional, não tenho experiência para opinar profundamente, a não ser campeonatos de Dota 1 in lan a um tempo atras, mas acompanho o cenário com o máximo de informação que consigo achar e assisto o máximo de campeonatos possíveis, e é sempre interessante ver composições dos times, principalmente no começo de temporada, quando aparece aqueles dream teams, com jogadores tops em suas posições, mas ai esse time decepciona, pois é clara a falta de sinergia entre os players, e hj em dia é lindo ver um time como a Liquid jogando, vc ver como o Miracle- confia e recebe apoio do GH, é nítido a relação dos dois in game, assim como kuroky e matumba, e o mind control que está sempre ligado, o time está aonde está pois jogam 100% em time, deixaram seus egos de lado, é como ver a seleção brasileira de 2002, a gente via que as vezes o jogo tava difícil, mas sabia que o time podia reagir a qualquer momento, não existia jogo perdido, somente o que era preciso ser feito para ganhar... isso não cabe somente a liquid, times como Vp, EG, VG, sao times sempre bem entrosados, coisa que falta as vezes a OG, Secret, Newbee que são ótimos times, mas as vezes o ego de algum player influencia negativamente e acabam perdendo em finais ou semi finais, isso conta muito mais que a gente imagina...

    Enfim, não acho q o dota está morrendo, e sim que está amadurecendo, quem quer um jogo mais casual, ou joga 100% for fun, ou vai pra outro jogo, o dota em sim, é muito competitivo, faz parte da natureza do MOBA, e o dota é maior exemplo disso, o cenário está ai, crescendo muito, e cada vez mais interessante.

    Hoje no Brasil, se vc quer ser profissional, é a hora de investir, claro que é muito difícil ainda, mas se comparar com a época que o bielzor falou, ta muito adiantado, tem clube de futebol entrando no e-sport, então cara a tendência é uma explosão, bem meu filho vai ter essa opção se ele quiser e gostar, vou tentar dar essa oportunidade a ele, assim como se ele quiser ser engenheiro ou dançarino, mas daqui para frente, é uma opção real ser jogador profissional.
  7. bielzor

    bielzor Iniciante

    Registado em:
    2 Maio 2017
    Posts:
    10
    Curtidas Recebidas:
    4
    Pontos de Troféu:
    3
    Eu penso assim também, é que nem escolher ser jogador de futebol hoje em dia, e vai crescer muito mais, porque o mundo ta virando tecnológico, então tudo puxado pra essa lado, consequentemente, vai estar em crescimento paralelo. As vezes penso em largar tudo e tentar, porém, ao meus 22 anos, acho que é muito arriscado.
  8. Primo.

    Primo. Iniciante

    Registado em:
    31 Outubro 2015
    Posts:
    32
    Curtidas Recebidas:
    9
    Pontos de Troféu:
    8
    Steam ID:
    primotv
    Eu jogo DOTA há muito tempo, como a maioria de vocês, lá no Garena.

    E também jogo bastante League of Legends(sou suporte diamante), e acho que o DOTA podia pegar algumas idéias do League, que ajudariam a revitalizar o game.

    Por exemplo, o DOTA só tem dois objetivos físicos no momento: Roshan e as Torres.

    No LoL, temos o :

    - Arauto do vale, que quando morto, vira um item que invoca o arauto na lane que a pessoa usar e ele dá cabeçadas fortíssimas nas torres, garantindo um bom dano antes de ser abatido. Aparece entre o minuto 10 e 20, no mesmo local do barão

    - Barão, que dá um buff que aumenta a força da creep wave, sendo importantíssimo de se garantir. Aparece no minuto 20 e o buff dura 5 minutos

    -Quatro tipos de dragões que aparecem em ordem aleatória a cada 5 minutos e que dão um buff pro time inteiro que abater ele, e que podem ser estacados até 3 vezes:
    O dragão de fogo aumenta o dano mágico e físico

    O da montanha aplica uma porcentagem de dano verdadeiro nos ataques básicos da equipe nos objetivos [torre, barão, outros dragões]

    O de vento dá mais move speed pra equipe

    O do oceano aumenta a porcentagem de regen de vida

    E no minuto 35 aparece o dragão ancestral, que potencializa todos os outros dragões que a equipe pegou por 3 minutos.

    Mas esses objetivos acontecem porque lá, a role de jungler é oficializada (tendo um feitiço de invocador que dá dano verdadeiro nos creeps neutros do mapa justamente para garantir esses objetivos), então os dois times tem junglers e é uma função mega importante.

    Eu acho que o DOTA perdeu a competitividade, ou melhor, acho que todos os outros jogos ficaram mais competitivos que o DOTA.

    Todo mundo devia ganhar ward gratuita, deviam ter itens de apoio aos suportes (o escudo relicário no lol, que para suportes tanks, quando o suporte dá o last hit no creep, ele e o aliado mais proximo ganham o gold + uma cura de 20 de hp e que tem 3 stacks a cada 3 minutos, por exemplo) porque sinceramente, as funções 4 e 5 são uma MERDA de se jogar, principalmente quando só se joga solo (eu e muitos outros).
  9. _HotPants_

    _HotPants_ Iniciante

    Registado em:
    2 Setembro 2016
    Posts:
    29
    Curtidas Recebidas:
    4
    Pontos de Troféu:
    3
    Steam ID:
    25899326
    Bem cara, questão de gosto, eu concordo com a parte dos buffs, é interessante, mas a jungle do dota é altamente utilizável por várias posições e heros, hj o roshan ta mais interessante dando refresh a partir da 3 morte, ja existem itens de sup, e ward de graça torna o jogo mais fácil, é muito luxo, e a pos 4 e 5 é muito legal de se jogar, questão de gosto, eu mesmo adoro a 4, enfim acho q dota ta bem competitivo, e se o jogo for pro super late game está bem dificil de prever que time vai ganhar, pois com os talentos do nivel 25 tudo pode acontecer.
  10. Primo.

    Primo. Iniciante

    Registado em:
    31 Outubro 2015
    Posts:
    32
    Curtidas Recebidas:
    9
    Pontos de Troféu:
    8
    Steam ID:
    primotv
    Super de acordo, não nego. Mas algo aconteceu com o DOTA. Tem muitas coisas absurdamente desbalanceadas, e que eu acho que precisam ser revisadas ASAP.

    Talvez eu tenha passado a impressão errada, mas o DOTA mesmo nunca vai morrer. Eu e você ainda vamos jogar, de certo. Mas o DOTA precisa inovar, e não só continuar dando patches pequenos no mapa. Mudanças bruscas mesmo, revitalizar a galera antiga que parou de jogar porque cada vez mais o jogo foi desbalanceado. O fórum é a prova viva de que tem algo de errado no DOTA (e o singsing streamando LoL também).
  11. bielzor

    bielzor Iniciante

    Registado em:
    2 Maio 2017
    Posts:
    10
    Curtidas Recebidas:
    4
    Pontos de Troféu:
    3
    eu acho que a própria comunidade estraga o jogo, pelo menos no SA, é muito marmanjo com ego inflado que não sabe jogar em time, como eu falei no texto, jogar em time > skill

Partilhar esta Página